quarta-feira, outubro 14, 2009

Pontos Turisticos

 Igreja Nossa Senhora dos Oerarios



Construída pela Companhia Siderúrgica Belgo Mineira (atual ArcelorMittal) e doada à comunidade em 25/09/1948. A arquitetura em formato de V disfarçado, faz alusão à Vitória, saudando o fim da 2ª Guerra Mundial em 1942/1945. Seu slogan foi inspirado na causa de Cristo. O Programa da Festa de inauguração lembra o arquiteto Iaro Burian que deixou perpetuado o V disfarçado de Vereda, Verdade e Vida. Primeiro Pároco: Padre Almir de Rezende Aquino. Pároco que ficou por 30 anos: foi Cônego José Higino de Freitas

-Visitação: Fica na parte histórica de João Monlevade no Bairro Tieté. Aberta à visitação todos os dias, de 7 às 11 h. Rua Tapajós, 635. Fone: (31) 3851-3038.



FAZENDA SOLARPropriedade do Sr. Jean Antoine Felix Dissandes de Monlevade. Construída no início do século XIX, pelos escravos, cuja edificação imponente dominou a paisagem do Vale do Piracicaba e, que, varando os tempos, tornou-se o marco histórico e o símbolo maior da civilização plantada pelo pioneiro francês.

-Visitação: Fica na Avenida Getúlio Vargas, de frente à ArcelorMittal, no Bairro Centro Industrial



CEMITÉRIO HISTÓRICO



Local onde estão sepultados o pioneiro francês Jean Monlevade, o engenheiro luxemburguês Louis Ensch, além dos escravos que serviram no Solar da Fazenda Monlevade.

-Visitação: Saindo do centro comercial segue para o Social Clube, o Cemitério fica bem próximo. Aberto toda primeira segunda-feira do mês, de 8 às 18 hs. Rua Imbé, s/nº, Vila Tanque.





FORJA CATALÃ



Composta por ferramentas e utensílios usados pelos escravos no início da atividade siderúrgica na região.

-Visitação: Fica na Avenida Getúlio Vargas, ao lado da Fazenda Solar, Centro Industrial.




SERRA DO SEARA


localizada às margens da BR 381, acesso próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal. O local é área de proteção, segundo a Lei Orgânica Municipal. Sua biodiversidade é bem rica, pois encontra-se numa área de transição, com remanescentes de Mata Atlântica e Cerrado; porém, grande parte da serra foi ocupada com a monocultura do eucalipto. Está a 1.340 m. acima do nível do mar, oferecendo uma ótima pistapara os pilotos de vôo livre, sem falar do seu paredão com inúmeras vias a serem conquistadas. Nossa cidade tem várias ONGs de proteção ambiental que querem transformar de fato a Serra do Seara em um local de proteção, aproveitando seu potencial turístico em harmonia com a natureza, promovendo, assim, o desenvolvimento de nossa região, como é o caso do GAS - Grupo Ambientalista Seara e AESSE - Associação Ecológica Serra do Seara.















Fonte: PMJM

3 Comentários:

marquim villar disse...

otima essa idea de transfomar a serra em area de protecao ambiental,porem tem de se conscientizar os usuarios da mesma a nao depredarem esse patrimonio maravilhoso de joao monlevade,mas enquanto nao e feita essa transformacao poderiam pelo menos reabrirem a visitacao publica novamente

jonas_aze disse...

VALE A PENA VISITAR MONLEVADE, SEUS PONTOS TURISTICOS REFLETEM A NATURALIDADE DE MINAS GERAIS A SERRA DO SEARA É LINDA. VALE DESTACAR O CRESCIMENTO DA CIDADE. JONAS AZEVEDO

Jaime Ramos disse...

Sustentabilidade,qualidade e vidas...!

Postar um comentário