segunda-feira, julho 18, 2011

Diretora do CESP morre em acidente na 381

João Monlevade - Morreu na manhã desse domingo, vítima de um acidente de carro na BR-381, a diretora e proprietária do Centro de Ensino Supletivo e Pré-Vestibular (CESP), de João Monlevade, Geralda Maria Nunes Machado, 67.
    O acidente ocorreu por volta das 10h no Km 372 da Rodovia Federal, em São Gonçalo do Rio Abaixo, próximo ao Sítio Porteira Amarela. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o veículo em que a diretora viajava com o marido Alim Machado Chaves, 76, que conduzia o Honda Cívic placa HDZ-1944, de João Monlevade foi atingido pelo Fiesta Sedan placa HCH-7691 de Ipatinga, que seguia para Belo Horizonte.No Fiesta conduzido por Luiz Carlos Gonçalves Ferreira, 48, viajavam Eliane Lima Gonçalves, 45, Maria Lima de Almeida, 76, e Eurides Luiz Alves, 72. Todos os ocupantes tiveram ferimentos graves.

    Várias viaturas do Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) de João Monlevade, e uma da ArcelorMittal estiveram no local e encaminhou as vítimas para o Hospital Margarida.
    Dois médicos de Monlevade que passavam no momento do acidente, também auxiliaram nos primeiros socorros às vítimas. Eles tentaram reanimar a diretora, mas ela não resisitiu e morreu no local
    O excesso de velocidade pode ter sido a causa do acidente, que ocorreu em uma reta. Segundo informações de motoristas que vinham logo em seguida e presenciaram o acidente, o Fiesta teria rodado na pista, vindo a atingir o Honda que seguia para João Monlevade.
A polícia acredita que o condutor do Fiesta tenha cochilado ao volante, pois não havia marcas de frenagem na pista.
Os dois veículos ficaram completamente destruídos. O impacto foi tão violento que o motor do Fiesta partiu ao meio, espalhando vários pedaços pela pista. Após a batida ele parou no meio da pista voltado para o sentido oposto em que viajava.
    Por causa do acidente, a rodovia ficou com o trânsito completamente fechado por 50 minutos, para a remoção das vítimas, o que causou um congestionamento com cerca de 6 quilômetros nos dois sentidos.
Um filho da diretora esteve no local, minutos após o acidente. Ele presenciou o resgate do pai que teve uma fratura na perna e vários ferimentos pelo corpo e ficou chocado ao ver a mãe morta.
    Geralda Maria era diretora e proprietária do CESP. Foi também diretora do Colégio Centro Educacional e secretária de educação de João Monlevade, no governo do ex-prefeito Germim Loureiro, entre os anos de1993 a 1996.
O perito Igor Temponi da Polícia Civil de Itabira esteve no local e após os trabalhos periciais, liberou o corpo da diretora, que foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), de Itabira.

Fonte: O Popular

1 Comentário:

Alexandre Luiz disse...

O condutor é motorista profissional e trabalha na profissão na mesma empresa há 28 anos. Ao contrário do dito, segundo o perito é muito improvável chochilar ás 10:00 da manhã em pista bem sinuosas. O condutor do Fiesta Sedan, disse que ao entrar na curva próximo a porteira amarela, deparou com um carro ultrapassando na contra mão e para evitar a colisão, jogou o carro no acostamento lateral da faixa contrária e subiu no canteiro perdendo o controle do veículo, que ao retornar para a pista colidiu com o Honda civic.

Postar um comentário